domingo, 2 de setembro de 2007

Miséria, miséria em qualquer canto

Finalmente assisti o filme Caixa Dois. Sobre o filme não tenho muito a comentar, boas atuações, um enredo simpático e roteiro engraçadinho. O ponto mais marcante de tudo foi que o filme me comoveu. Comoveu pela inocência dos personagens, mocinhos e vilões. O mundo financeiro é muito mais diabólico do que mostrou o filme.
Porém a comoção não ficou só na inocência, foi um misto de auto-piedade e revolta. Auto-piedade por eu ser pobre, em alguns sentidos. Revolta pela péssima distribuição de renda do país, mesmo que eu já tenha arquivado todos esses sentimentos socialistas há muitos anos. E olha que no filme só aparece a classe média...
Pois é exatamente assim que eu (e outros. Veja um Ensaio sobre a pobreza) me sinto: um miserável de classe média.

Meu plano A era me aposentar na área de tecnologia com uma aposentadoria complementar privada, bancada em parte por uma empresa, de preferência multi-nacional. Desisti disso. É muito difícil permanecer numa mesma empresa mais do que 5 anos (eu nunca consegui ficar nem 5 anos!), por melhor que seja a empresa. O mercado exige que você se mova, seja para ganhar mais e subir de cargo ou trocar de atividade simplesmente pelo desafio de vencer o tédio.

O plano A está em "hold" e estou me dedicando ao plano B que não posso revelar no momento (existe um link abaixo do post para comentários se quiserem reclamar). O plano C também já foi preparado, pode ser ativado a qualquer momento. É o plano Saída Galeão. Começou com a minha cidadania portuguesa. Como muitos dizem, Portugal é ali pertinho da Europa, assim como Miami é ali pertinho dos Estados Unidos. Esse plano C é isso. Morar e trabalhar na Europa.

Por que não é esse o plano A? Por causa de uma simples e hedionda palavra: trabalhar.
Riquezas são diferentes.

5 comentários:

Bruno disse...

Me encontro em dilema parecido. A solução seriam 6 números mágicos... Ainda não foi dessa vez.

Ogro disse...

Já desisti dessa história de mega-sena. Isso não é um jogo honesto.

Tatiana Kauss disse...

Tenho um plano D pra vc.... Começar a ganhar dinheiro com os seus hobbys, que não são poucos, né?
O melhor é que esse plano pode ser combinado com os demais ( AD, BD, CD) enquanto não te render o suficiente, e resolveria a questão da palavra TRABALHAR já que na teoria ainda seriam hobbys!

Leandro disse...

Pô Ogro, fiquei sabendo do adiamento do seu "Plano A". Me espelhava em seu trabalho semi-remoto para conseguir levar adiante o meu próprio plano. Cara, não se deixe abater, afinal tudo é questão de sorte ou azar, depende do que vem depois. Boa sorte com os próximos planos.

Ogro disse...

Obrigado pelos votos.
Desculpe desiludir você, mas, como você sabe, o mundo é mau.
Aliás, o motivo não foi o trabalho semi-remoto, não desista.