terça-feira, 30 de outubro de 2012

Rock In Rio 2013 - Parece Que Eu Vou

Ontem, por volta de meia-noite, tentei inúmera vezes comprar o Rock In Rio Card no site da Ingresso.com.
Depois de mais de 10 tentativas, resolvi dar um tempo. Tentei novamente ás 1:14, mas já tinha acabado.

Todas as minhas tentativas de adquirir o ingresso iam até a última tela e ficavam tentado completar o pedido, até dar time out e receber um mensagem informando que não valeu. Fui dormir conformado.

Hoje de tarde recebei um email informando que EU COMPREI um Rock In Rio Card.

O pior não é ficar à mercê de um site de venda online com funcionamento errático.
O pior é saber que os ingressos foram todos vedidos em 52 minutos.

O Rock In Rio virou uma espécie de crowdfunding involuntário.

 O mundo é mau.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Robert Plant no RIo

Pra quem achava que a coisa estava meio morna por aqui.

18 de outubro na Arena HSBC

Robert Plant cantando blues e outras coisinhas.


Ingressos a partir de terça-feira (28 de agosto) no http://www.livepass.com.br/

Detalhes aqui: http://www.midiorama.com.br/works/news/12212/robert-plant-a-voz-do-led-zeppelin-no-brasil/

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Jon Lord 1941 - 2012

Jon Lord, ex-tecladista do Deep Purple, morreu nesta segunda, 16, aos 71 anos, após sofrer uma embolia pulmonar. Lord lutava contra um câncer no pâncreas e estava na companhia de seus familiares em uma clínica de Londres. A informação foi confirmada pela produtora Guest Pr, que cuidava da carreira dele. (fonte: Revista Rolling Stone)


Lord fundou o Deep Purple em 1968 juntamente com Ian Paice, baterista que participou (e participa) de todas as formações da banda. John Lord saiu do Deep Purple para ajudar David Coverdale a formar o Whitesanke em 1976. Voltou ao Deep Purple em 1984, para o album Perfect Strangers, ainda com Richie Blackmoore na banda. Permaneceu até 2002, quando foi substituído por Don Airey.

Tive a chance de assití-lo ao vivo no velho Metropolitan no show do Deep Purple, já com Steve Morse na guitarra. Era a turnê do álbum Purpendicular, primeiro do guitarrista com o Deep Purple.


Esse concerto no céu tá cada vez melhor.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Meu twitter

Para seguir o velho ogro mais de perto:

@ykauss

Lá eu falo mais besteiras em maior velocidade, mas só com 140 caracteres por mensagem.

Coisas que você nunca ouviu (8) - Psycho Motel

A Psycho Motel foi formada em 1995 pelo guitarrista do Iron Maiden, Adrian Smith, que foi substituído no Maiden por Janick Geers em 1990. Adrian retornaria ao Maiden em 1999. Nesse meio-tempo participou de outros projetos.
Primeiro fez o ASAP (Adrian Smith and Project), que durou menos de um ano, e logo depois retirou-se de cena. Entretanto, um encontro com  Jamie Stewart, ex-baixista de The Cult, e Carl Dufresne, convenceram o sisudo guitarrista a retornar aos palcos.

Psycho Motel - Leideman, Solli, Smith e Sturgis

Stewart logo deixou o projeto e foi substituído por Gary Leideman. Formou então, em 1993, The Untouchables (com Smith nos vocais, Carl Dufresne, Gary Leideman no baixo e Fabio DelRio). Dufresne e DelRio logo deixaram a banda e Smith decide adicionar um vocalista chamado Solli, um norueguês que cantava na 21 Guns do guitarrista Scott Gorham (Thin Lizzy). Mudaram o nome para Psycho Motel e lançaram seu primeiro álbum - State of Mind - em 1996, seguido de seu segundo álbum - Welcome to the World - em 1997.

Line up:

Adrian Smith - guitarra
Gary Leideman - baixo
Solli - vocais
Mike Sturgis - bateria






Banda: Psycho Motel
Música: Psycho Motel
Compositor: Adrian Smith
Álbum: State of Mind
Ano: 1996




Banda: Psycho Motel
Música: Money To Burn
Compositor: Adrian Smith/Gary Leideman
Álbum: State of Mind
Ano: 1996





Banda: Psycho Motel
Música: Western Shore
Compositor: Adrian Smith/Solli
Álbum: State of Mind
Ano: 1996





Up the irons!

terça-feira, 12 de junho de 2012

Viper no Rival

A banda Viper, uma das pioneiras do heavy metal brasileiro cantado em inglês, vai se apresentar em julho no Rio de Janeiro.

O vocalista André Matos volta a se reunir com a banda que o lançou para tocar os dois primeiros álbuns da carreira.

Antes que me perguntem, não tenho uma opinião formada sobre a banda. Acho que lembra o Iron Maiden em alguns momentos. Em outros parece quase satírica como The Darkness ou Massacration.
Há qualidade técnica, mas as composições são no mínimo polêmicas. Se você levar a sério, como eles se levam, talvez ache ridículo. Mas se ouvir de coração aberto, até vai achar bom.
É heavy metal, só não sei se é pra valer o tempo todo ou se eles estão de sacanagem.
É pagar pra ver.






Viper - Rio de Janeiro RJ

Data: 10/07/2012 (terça-feira)

Abertura da casa: 19h30 / Show: 20h30

Local: Teatro Rival Petrobras

Endereço: Rua Álvaro Alvim, 33 - Centro

Censura: 16 anos

Estudante: R$ 50,00

Promocional antecipado: R$ 50,00

Inteira: R$ 100,00

Pontos de venda:
Bilheteria do Teatro Rival Petrobras
Hard n' Heavy (Flamengo)
Scheherazade (Tijuca)
Sempre Música (Ipanema)

Venda online: Ingresso.com


For those about to rock, we salute you!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Coisas que você nunca ouviu (7) - Nuno Mindelis

O guitarrista e bluesman Nuno Mindelis, angolano radicado no Brasil, construiu uma sólida e respeitada carreira musical.
Em 2006 gravou um álbum de covers de canções brasileiras, às quais impôs seus estilo elegante de guitarra e sua voz bluseira.
Uma dessas cações é esse clássico de Alceu Valença.

Artista: Nuno Mindelis
Música: Como Dois Animais
Compositor: Alceu Valença
Álbum: Outros Nunos
Ano: 2006




A rolling stone gathers no moss.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Slash - Apocalyptic Love


Novo álbum do guitarrista Slash (ex-Guns n Roses, ex-Snake Pit, ex-Velvet Revolver) traz Myles Kennedy cantando todas as faixas.
Slash perde a contribuição valiosa de inúmeros excelentes vocalistas para ganhar a coesão de um único cantor e banda no seu segundo álbum solo.

Com todas as faixas do disco para cantar, Kennedy se espalha ainda mais e mostra sua capacidade vocal, aliada a um leve amadurecimento na técnica. Ainda tem alguns deslizes ao imitar, mesmo que involuntariamente, o Axl Rose - coisa desnecessária que faz muito bem.

Para um fã de primeira hora do Guns n Roses, ouvir Slash me dá pena do Axl.
Slash é puro rock 'n' roll.

Gostei do álbum e dou nota 8.

APOCALYPTIC LOVE

As faixas:

1. "Apocalyptic Love" 3:28
2. "One Last Thrill" 3:09
3. "Standing in the Sun" 4:03
4. "You're a Lie" 3:50
5. "No More Heroes" 4:23
6. "Halo" 3:22
7. "We Will Roam" 4:49
8. "Anastasia" 6:07
9. "Not for Me" 5:21
10. "Bad Rain" 3:46
11. "Hard & Fast" 3:02
12. "Far and Away" 5:14
13. "Shots Fired" 3:48"

A banda:

THE CONSPIRATORS

Slash – guitarra solo (ou líder), violão em "Anastasia", talkbox em "Carolina"
Myles Kennedy – vocais principais, guitarra rítmica
Todd Kerns – baixo, vocais
Brent Fitz – bateria



Faixas selecionadas:

Hard & Fast

Halo

Bad Rain


For those about to rock, we salute you.

Tom Cruise em Rock of Ages


Renovem seus estoques de laquê, lápis delineador e batom.


Mais detalhes sobre o próximo filme de Tom Cruise -  Rock of Ages -, onde ele vive um rockstar e canta de verdade no filme, foram revelados.

Veja matéria na GQ aqui.

Tem um repertório calcado no hair-metal dos anos 80.


A lista apoteótica da farofada glam inclui:

Bon Jovi
Guns N Roses
Def Leppard
Foreigner
Journey
Poison
Whitesnake
Scorpions
Reo Speedwagon
Twisted Sister
e mais.


O ator canta de verdade as músicas: Paradise City (Guns N Roses), Wanted Dead or Alive (Bon Jovi), as baladas I Want To Know What Love Is (Foreigner), Here I Go Again (Whitesnake), Every Rose Has Its Thorn (Poison) e o clássico menos farofa da lista Rock You Like A Hurricane (Scorpions).


Unskinny bop pra vocês.



PS: Faltou a banda mais injustiçada do "muvimento": Cinderella.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Wager Moura, o cantor


O que ninguém da imprensa está revelando é que, antes de subir ao palco, Wagner Moura encontrou vários cantores profissionais da geração 80 prontos a assumir os vocais no show. Mas o ator gritou, apontando o dedo:


" - Não vai subir ninguém! Vai ficar todo mundo quietinho aí! Não vai subir ninguém!"

E deu no que deu....

URBANA LEGIO OMNIA VINCIT

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Coisas que você nunca ouviu (6) - Reef

O dito "movimento grunge" de Seatle foi uma maneira que a mídia encontrou para rotular um tipo de rock que misturava muito de punk rock com um pouco de hard rock. Com a ploriferação de bandas na cidade de Seatle com essa mesma sonoridade, estava escancarada a oportunidade para se criar uma novo rótulo para impulsionar as vendas de música para um público mais novo. Mesmo bandas que não tinham exatamente essa sonoridade, como a Alice In Chains acabaram engolidas pelo rótulo, o que por um lado foi bom pois os colocou sob os holofotes juntamente com Soundgarden, Nirvana, Pearl Jam e outras bandas americanas.

Só que esqueceram das palavras do velho Pete Townshend, que dizia algo como a música de um período "esstá no ar" e de repente todo mundo começa a fazer essa música, independente de onde esteja e se teve ou não contato com o trabalho dos outros artistas.

Uma dessas bandas foi o Reef da Inglaterra.


Formada por:

Gary Stringer – vocais
Kenwyn House – guitarras
Jack Bessant – baixo
Dominic Greensmith – bateria

Lançaram seu pirmeiro single, "Good Feeling", em 1995. E logo depois o single "Naked", usado no comercial da Sony para lançar o MiniDisc.
Durante a turnê de 1994-1995, Reef abriu para Paul Weller, The Rolling Stones e para o Soundgarden, entre outros.

Os dois singles, "Good Feeling" e "Naked" vieram do seu álbum de estréia, o disco de ouro "Replenish".

Em 1996 lançaram o single "Place Your Hands", sua música de maior sucesso, atingindo a 6ª posição na parada  do Reino Unido.
 
Banda: Reef
Música: Naked
Compositor: Gary Stringer/Kenwyn House/Jack Bessant/Dominic Greensmith
Álbum: Replenish
Ano: 1995


 

 
Banda: Reef
Música: Place Your Hands
Compositor: Gary Stringer/Kenwyn House/Jack Bessant/Dominic Greensmith
Álbum: Glow
Ano: 1997
Paricipações: Benmont Tench (teclados) e Chris Trujillo (percussão)
 



For those about to rock, we salute you.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Troféu Andreas Kisser

Depois das inúmeras participações do guitarrista no ano passado, deveríamos criar o troféu Andreas Kisser para os maiores "Arroz de Festa" da música brasileira.



Andreas Kisser

 
O produtor Liminha, depois das participações no show dos Titãs e no show do Arnaldo Antunes, ambos no Circo Voador, é sério candidato ao troféu Adreas Kisser.

Liminha

terça-feira, 29 de maio de 2012

Coisas que você nunca ouviu (5) - Mötorhead

A banda de rock pesado (e rápido, e alto) Motörhead gravou esta versão lenta, no estilo blues, de um dos seus maiores sucessos, o hit "Ace of Spades", para um comercial de TV da cervejaria Kronenbourg, logo após a sua passagem pelo Rock In Rio em 2011.

The Cult - Choice of Weapon

Acaba de sair o disco novo do Cult.

Um tanto decepcionante para um fã da banda como eu, uma vez que o disco não tem nada que chame a atenção do ouvinte.
É The Cult, o que não deixa ficar ruim, mas parece um amontoado de faixas que ficaram de fora de outros álbuns.

Eu diria que é um álbum no nível do The Cult (1994) - o álbum do "bode preto" na capa. Em outras palavras, está no mesmo nível do pior disco do Cult de todos os tempos.
O que, mais uma vez, não quer dizer que seja ruim...

Dá pra perceber uma mudança grande na voz do Ian Astbury em algumas faixas. Ele usa um tibre bem diferente, quase irreconhecível.

Olhando para a banda apenas nesse século, temos: Beyond Good and Evil (2001);Born Into This (2007) e Choice of Weapon (2012). Os álbuns decrescem em qualidade musical.

A banda:



O disco: Choice of Weapon (2012)



Todas as canções compostas por Ian Astbury e Billy Duffy

  1. "Honey from a Knife" - 3:06
  2. "Elemental Light" - 4:45
  3. "The Wolf" - 3:33
  4. "Life>Death" - 5:32
  5. "For the Animals" - 4:28
  6. "Amnesia" - 3:02
  7. "Wilderness Now" - 4:33
  8. "Lucifer" - 4:40
  9. "A Pale Horse" - 3:14
  10. "This Night in the City Forever" - 4:45
  11. "Every Man And Woman Is A Star" - 3:26
  12. "Embers" - 5:01
  13. "Until The Light Takes Us" - 4:19
  14. "Siberia" - 3:36

Tocando num programa de televisão: clique aqui para ver o video

Algumas faixas selecionadas:

Honey from a Knife


Lucifer


Every Man and Woman is a Star


Nota 6,5 para o álbum. Pouco para uma banda como The Cult.


For those about to rock, we salute you.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Coisas que você nunca ouviu (4) - Alvin Youngblood Hart

Banda: Alvin Youngblood Hart
Música: In My Time Of Dying

Compositor: gospel/blues tradicional
Álbum: Motivational Speaker
Ano: 2005



Detalhes: Também conhecida como "Jesus Make Up My Dying Bed", ou outras variações deste título, foi gravada por alguns dos maiores artistas da história da música, tais como Bob Dylan, em 1962 no seu álbum de estréia e Led Zeppelin, no álbum Physical Graffiti  de 1974. A primeira gravação a chegar às rádios é atribuída a Blind Willie Johnson em 1927.





For those about to rock, we salute you.

Coisas que você nunca ouviu (3) - Água Pesada

Banda: Água Pesada
Música: Alô Alô Marciano
Compositor: Rita Lee/Roberto de Carvalho
Álbum: Achados e Perdidos: Tributo Valvulado aos Anos 70
Ano: 2006


Versão de maior sucesso: Gravada em 1980 por Elis Regina em compacto e no álbum "Saudade do Brasil", reeditada no álbum "Trem Azul" de 1982. Re-Gravado por Rita Lee no álbum "Bossa N'Roll" de 1991.



For those about to rock, we salute you.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Coisas que você nunca ouviu (2) - Suínos Tesudos

Continuando a série "Coisas Que Você Nunca Ouviu".

Banda: Suínos Tesudos
Música: Oh...Rebuceteio
Compositor: Vini Pig/Bebeto
Álbum: Suinos TeSuDos
Ano: 1996



For those about to rock, we salute you.

Coisas que você nunca ouviu (1) - A Bruxa!

Primeiro da série "Coisas Que Você Nunca Ouviu".


Banda: A Bruxa!
Música: A Bruxa Tá Solta
Compositor: Lúcio Kropf/Walter Villaça/Felipe Cambraia/Fábio Allman/Sérgio Serra
Álbum: Faça Tudo Q Quiser Fazer
Ano: 1999
Participação: Cássia Eller




For those about to rock, we salute you.