segunda-feira, 5 de abril de 2010

Axl Rose e sua banda

Guns N'Roses tocou na Praça da Apoteose há poucas horas.
Seria uma frase histórica para o rock se o Guns N'Roses ainda fosse o Guns N'Roses.
A noite começou com uma banda brasileira chamada Magestike (ou algo assim). Uma banda de NuMetal com vocal feminino e músicas em português - vou dar crédito. Não é fácil fazer isso. Não deu pra analisar as letras das músicas porque as estava ouvindo pela primeira vez e não assisti o show todo. Tocavam direitinho.

Sebastian Bach entrou em seguida com um show mais do que razoável. Foi extremamente simpático com o público e cantou bem. No repertório estavam todas as músicas da época do Skid Row que eu queria ouvir, inclusive I Remeber You. Seu show terminou às 22h30. O público gritava em coro o nome do cantor que estava muito à vontade no palco. Sebastian tentou "trocar" de nome durante o show dizendo que se chamava "chau" ou algo assim, mas isso passou batido pelo público.


Aí começou a longa espera pelo Guns N'Roses.
A banda entrou no palco à 1h da madrugada, depois de deixar o público esperando, vaiando e xingando por mais de duas horas.

Eu já esperava por isso. Foi assim nos outros shows no Brasil. Daí a minha opção por assistir na arquibancada. Esperei sentado, ao coro de "filhadaputa".

Quando finalmente entraram no palco, fizeram um bom show. Se não tivessem cansado e irritado o público (muita gente foi embora antes do show começar), teriam feito uma apresentação histórica.
Não fizeram.


Um dos motivos foi a voz de Axl Rose que não se ouvia direito da arquibancada. O outro foi a falta do Guns N'Roses no palco.
Juntar 3 (bons) guitarristas, dois tecladistas , um baixista e um baterista para tocar as músicas do Guns N'Roses dá uma excelente banda cover. Já assisti algumas boas bandas assim, mas nada comparado ao trio Slash, Izzy e Duff no auge da banda em 1991 no Maracanã (Rock In Rio 2).

Para não dizer que não falei de flores... o set list da noite foi muito bem escolhido. Tocaram a maioria das minhas músicas favoritas da banda. Muitas do Appetite For Destruction de 1987 e fecharam o set principal com Nightrain. Tocaram um cover do AC/DC: Whole Lotta Rosie - música que pouca gente na Apoteose sabia cantar. Como disse o Bruno, o rock morreu...
Aliás, o público era bem jovem. Muitas crianças e adolescentes.
Estranho para uma banda que já pode ser considerada um dinossauro do rock e que nem arranha hoje o sucesso que teve há 20 anos.

Tirando a voz do Axl que pouco se ouvia, a banda soava muito bem. Não estou implicando com o Axl. Quando se ouvia a sua voz, ela estava certinha. Parecia que o som é que estava falhando.
Um dos (três) guitarristas fez uma citação de Jimi Hendrix para introduzir Knockin' On Heaven's Door - clássico do Bob Dylan e grande sucesso do GNR. Foi mais um ponto alto do show.
Sweet Child O'Mine, o maior hit da banda até hoje, foi executada nota a nota, com DJ Ashba imitando Slash - o cara é praticamente um clone mais novo do guitarrista original da banda.
Outras presepadas foram o tema de 007 antes de Live And Let Die de Paul McCartney - trilha de filme de James Bond que o GNR gravou no Use Your Illusion - e Another Brick In The Wall (part II) antes de November Rain, com Axl ao piano.
Além dos clássicos da banda, tocaram algumas músicas do álbum recente, Chinese Democracy. Essas canções são dispensáveis. No entanto, o público gostou de uma delas (não sei qual), mostrando que o trabalho novo do GNR agrada.

No final das contas foi um bom show, mas poderia ter sido sensacional se a banda ainda tivesse sua formação clássica. Os músicos do Axl Rose se esforçam para agradar. São competentes, mas não fazem parte da história da banda. Axl sozinho não dá conta do legado da última boa surpresa dos anos 80.

No final a banda retornou ao palco para agradecer ao público e o guitarrista Bumblefoot executou o Hino Nacional Brasileiro com bastante distorção e sentimento. Eram 3h30 da madrugada...

Set list (mais ou menos isso):

Chinese Democracy
Scraped
Welcome to the Jungle
It´s so Easy
Mr. Brownstone
Twat
Richard Solo (tema de James Bond )
Live and Let Die
Sorry
If the World
Rocket Queen
(Dizzy Solo)
Street of Dreams
Knockin' On Heaven's Door
You Could be Mine
(DJ Solo)
Sweet Child O'Mine
This I Love
Another Brick In The Wall (part II)
November Rain
(Bumblefoot Solo: tema da Pantera Cor-de-Rosa)
Shackler's Revenge
Night Train
(bis)
Whole Lotta Rosie
Patience
Paradise City

(after encore)
Hino Nacional Brasileiro


(fotos roubadas do G1)

Até a próxima.

Um comentário:

ailyntrance disse...

Concordo muito com seu post.
Tb achei que tinha algo de errado c o som, não só na voz do Axl como no resto.
Tirando o chá de cadeira, ou melhor, de chão, o show foi muito bom.
Adorei.